Diários-Portugal

Aniki Bobó, relembrar o Porto!

Outubro 15, 2015
Não olho para o que fiz. Olho para o que vou fazer, dizia Manoel de Oliveira. Só mesmo com este sentido de viver é que explica a sua dedicação ao cinema. Ele foi o cineasta com maior carreira em todo o mundo, trabalhou até aos seus 105 anos e morreu após ter completado 106 anos. Parar é morrer. Manoel de Oliveira era do Porto e viveu o Porto como poucos.
Hoje relembro o Porto antigo, o Porto de Manoel de Oliveira, o Porto do seu filme Aniki Bobó. Filmado em 1942, mostra uma cidade de outros tempos.  Aniki Bóbó era uma história de crianças. As gerações mais velhas relembram também que Aniki Bobó era uma lenga-lenga que os miúdos cantavam nas suas brincadeiras de grupo, para saber quem ficava de polícia e quem ficava de ladrão.
Aniki Bébé
Aniki Bóbó
Passarinho Tótó
Berimbau
Cavaquinho
Salomão
Sacristão
 Tu és polícia
      Tu és ladrão
      Eu não quero ser ladrão
      Berimbau-tau-tau
      Tenho medo da prisão
      Aniki Bébé
      Aniki Bóbó
      Passarinho Tótó
      Berimbau
      Cavaquinho
      Salomão
      Sacristão
      Tu és polícia
      Eu sou ladrão.

Facebook Comments

You Might Also Like

No Comments

Deixe um comentário