Açores

Gastronomia Açoriana em São Miguel, o que não pode deixar de provar!

Novembro 19, 2015

Como qualquer português, todos os dias durante e entre refeições penso e falo de comida. As viagens são um bom pretexto para dar folga à dietas e tirar a barriga de misérias. Desde entradas, a petiscos, pratos principais e doces, aqui deixo uma lista do que provar em São Miguel.

  • Morcela com ananás. Primeiro é importante saber que a morcela açoriana não se compara à morcela do continente. Uma mistura de carnes com sabor meio adocicada e bem picante. E por isso, acompanhada de ananás equilibra o paladar.
  • Queijo fresco. Onde as vacas são mais felizes, o queijo só pode ser delicioso. Comer ao pequeno almoço com pão levedo e compota de amora. Comer antes das refeições com papo seco e “pimenta da terra”. Todas as alturas serão boas para comer queijo. E compre também para levar na mala. No mercado em Ponta Delgada existe uma loja onde pode provar e comprar os melhores queijos do arquipélago.
  • Tremoços e finos especiais. Os tremoços por aqui são temperados com pimenta vermelha, bem diferente do que estamos habituados. Acompanhar sempre com a cerveja açoriana, a Especial. Nas ruelas do centro histórico de Ponte Delgada, há um tasco chamado Travassos perfeito para entrar na cultura local. O Rodrigo Travassos, dono do tasco, de dentro do balcão conhece bem os amigos. Pé posto na porta e a Especial a sair fresquinha. Conhece bem o que eles bebem e logo de seguida, sem perguntar, o queijo das ilhas é servido com conversa afiada noite fora.
  • Lapas. As lapas são salteadas com ervas aromáticas e servidas ainda a grelhar. Há sempre umas rodelas de limão para dar mais paladar ao marisco. Na ilha há uma variedade enorme de marisco e em qualquer local e a qualquer hora há sempre barriga para um petisco.

    petiscos açores são miguel looking around

    Morcela com ananás e Lapas no Cais 20. Queijos no Mercado de Ponta Delgada

  • Bifes regionais. Do prado para o prato um bife à “associação”. Bife de lombo, vazia ou pojadouro da vaca, cozinhado com um belo molho de pimento vermelho e muito, muito alho. No topo do bife um ovo estrelado acompanhado de batatas fritas. Onde comer: No restaurante da Associação Agrícola na Ribeira Grande. No restaurante O Galego em São Roque, perto de Ponta Delgada.

    bife açores são miguel looking around

    Bife na Associação Agrícola

  • Cozido das furnas. Nas Furnas, as panelas com carnes de vaca, de porco, com morcela, chouriço, repolho, cenoura, inhame e batata doce, são enterradas no solo geotérmico. Ao final de 5 horas  as panelas são içadas e enviadas aos restaurantes da região. O sabor do prato cozido com o calor da terra é realmente singular. Onde Comer: Nos restaurantes Tony’s ou Miroma, no centro da vila das Furnas.

    Cozido no Tony's

    Cozido no Tony’s

  • Sopa de peixe. Uma canja de peixe, diria eu. A sopa de peixe é uma mistura de peixes com massinha e salteada com algumas ervas aromáticas. Onde comer: Cais 20 em São Roque, perto de Ponta Delgada. Em São Brás, no restaurante Cantinho do Cais.

    Sopa de peixe no Cantinho do Cais

    Sopa de peixe no Cantinho do Cais

  • Fofas. As fofas são muito semelhantes aos famosos éclairs de chocolate, este doce conventual tem no seu interior um creme de baunilha. Onde comer: Encontram-se em restaurantes e cafés da Povoação, a caminho do Nordeste.
  • Queijadinhas da Vila. A queijadinha da vila vende-se numa casa bem no centro de Vila Franca do Campo. É uma queijada muito pequena e não tão doce quanto parece! Onde comer: Em Vila Franca do Campo, comprar antes de embarcar para o ilhéu.
  • Pudim de feijão, de ananás, de maracujá. Desconhecia a tradição dos pudins em são Miguel. Há pudins para todos os gostos. Onde comer: Em casa da mãe da Maria. A cozinha das mães açorianas de certeza que é uma delicia e pode-se sempre repetir a dose.
  • Barrigas de freira. O doce mais conventual que provei foi em casa da Dona Fátima. Uma mistura de massa sevada com ovo e açúcar. Já na travessa, a barriga de freira é polvilhada com canela. Um doce de comer à colher e que faz sempre parte das sobremesas dos almoços em família.

    Fofas na Povoação. Queijadinha em Vila Franca do Campo

    Fofas na Povoação. Queijadinha em Vila Franca do Campo

  • Chá. A Gorreana e Porto Formoso  mantêm o cultivo do chá em São Miguel. É uma tradição exótica na mesa açoriana.

O roteiro gastronómico é diversificado em toda a ilha de São Miguel. Estas recomendações foram fruto das histórias dos amigos açorianos que assim que tiveram conhecimento da minha viagem papaguearam de imediato: “tens de ir ali, ali e ali…”, “traz-me isto e aquilo” e no fim rematavam “ai! que saudades quando a minha mãe faz aquele e mais aquele e… aquele prato”. Bem, estas dicas são apenas uma pequena parte do que provei e que mantenho saudades. Saudades dos pequenos-almoços longos com a Dona Fátima, dos petiscos ao final da tarde a ver o mar, das noites longas à volta da mesa.

 

Facebook Comments

You Might Also Like

1 Comment

  • Reply Patrícia Campos Janeiro 27, 2017 at 20:07

    Olá Lilly! obrigada pela tua mensagem! A Dona Fátima é a mãe de uma amiga! Podes tentar entrar em contacto com ela através do facebook! E posso lhe dar a dica que vais entrar em contacto. Beijinhos e boas viagens

  • Deixe um comentário