Uncategorized

Guatapé, as cores em explosão

Outubro 29, 2016

A uma hora de viagem de Medellín, há Guatapé. Uma aldeia tradicional com mosaicos pintados em todas as casas. Um arco-íris de cores espalhado por todas as ruas com histórias e a cultura do povo guatapense: ofícios, flora, fauna e tradições religiosas.

A viagem de uma hora pelas montanhas só por si justifica o passeio. Um verde intenso numa vale montanhoso. Chegava a Guatapé bem cedo e parecia que estava a acordar com ela. As senhoras caminhavam tranquilamente com o pão da manhã debaixo da alçada. Os cafés da principal praça colocavam as mesas na esplanada e os velhos sentavam-se na esquina a tomar o café para despertar. Deambulando por Guatapé passava pela rua Del Recuerdo. Uma das ruas mais emblemáticas da povoação e que é a réplica de uma das ruas de Guatapé antes das inundações que aconteceram há mais de 36 anos. Depois passando pela praça Del Zócalo. Uma obra urbanística emblemática realizada para a comemoração dos 200 anos do município e que realça as cores e as tradições de Guatapé. Uma povoação pequena de uma tranquilidade simpática, com pensões, restaurantes e casas de artesanato.

A poucos quilómetros da povoação há uma rocha com mais de 200 metros de altura e sensivelmente 649 degraus de onde se pode avistar Peñol e Guatapé. Uma paisagem deslumbrante sobre um lago artificial que abrange mais de 7260 hectares e com uma capacidade hídrica capaz de gerar mais de 30% de energia do país. Um obra que desenvolveu muitas actividades desportivas, lúdicas e recreativas e que atraiu novos turistas.

Um passeio pela povoação dos mosaicos e das cores e que as imagens valem muito mais que todas as palavras.

Facebook Comments

Também vais gostar

Sem Comentários

Deixe um comentário