Diários-México

Holbox inacabado

Maio 26, 2016

Vendem o México com Cancún e Riviera Maia. Praias com águas quentes, sem ondas e de um azul turquesa. Um slogan alusivo ao paraíso. Pura vida de prazer. Mas há muito mais que estes dois destinos e muito mais para além das praias privadas dos resorts. Durante a viagem venderam-me outro México. O mesmo México paradisíaco com menos turistas e sem festas loucas. E aí fui eu…

Não é muito fácil chegar a Holbox. Estava em Valladolid e segui no autocarro do dia, porque teria havido assaltos na última semana durante a noite. Segui as dicas e encontrei-me metida num táxi na última parte do trajeto para conseguir alcançar o ferry. Estava um pouco aborrecida pelo tempo perdido e pelo dinheiro gasto. Mas como se já não bastasse, o taxista furou o pneu e para além de parecer que não sabia trocar um pneu, acabou por estragar a chave estrela ao final de 5 minutos. Uma hora a parar os raros carros que iam passando no meio do nada. Ao final de algumas tentativas chegou um anjo gordo e careca (todas as caracteristicas que não se assemelham a anjos) que conseguiu trocar o pneu. Seguimos viagem e consegui embarcar num dos ultimos barcos para Holbox.

O sol estava a descer sobre o mar. Um laranja forte que ardia aos olhos e que a pouco a pouco mergulhava no azul turquesa apagado pela luz do dia. Chego à praia para apreciar o espectáculo e ali estava toda a ilha em contemplação.

E daqui não consigo escrever mais nada por hoje…

Facebook Comments

Também vais gostar

Sem Comentários

Deixe um comentário