Saúde

Kit de Primeiros Socorros para viajantes

Abril 8, 2018
Kit Primeiros Socorros

Viajar é uma aventura apetecível para qualquer idade! Com maior ou menor loucura, todas as aventuras devem ser vividas! Mas… é certo e sabido que os acidentes podem acontecer a qualquer momento, em qualquer lugar e quando menos esperamos. Por isso prepara-te para a grande aventura de uma forma segura.

Seguro de viagem

O primeiro passo passa por escolheres o seguro de viagem. Há vários seguros e de diversas companhias. Não vale a pena poupar dinheiro, escolhe bem o teu seguro. E atenção, se levas equipamentos contigo, protege também os teus equipamentos (câmera fotográfica e computador).  Durante a minha viagem pela América Latina adquiri o seguro da The World Nomads. Sim, foi caro! Precisei? Não! Porquê? Há riscos que não gosto de correr! E assisti durante a viagem a situações complicadas de outros viajantes!

No Rio de Janeiro em altos vos

 

Primeiros Socorros

O segundo passo é realizares um curso de primeiros socorros. Sabias que há gestos tão simples que podem salvar vidas? Aprender primeiros socorros deveria fazer parte da nossa educação! Como formadora e socorrista da Cruz Vermelha assisto a uma enorme falta de conhecimento, vejo que muitas situações poderiam ter um desfecho diferente e que as testemunhas no local do acidente têm um papel preponderante na assistência à vítima. Não deixes que a frustação de não poder ajudar alguém seja parte da tua história, faz a diferença na vida de alguém e sente-te engrandecido por ter feito a diferença na vida de alguém. Realizar um curso de primeiros socorros é de extrema importância, são conhecimentos para a vida, e acreditem que vai ser muito útil para a viagem.

Em viagem os riscos são mais elevados por isso prepara-te! Aproveita e descarrega a aplicação gratuita para o telemóvel da Cruz Vermelha Portuguesa. A aplicação disponibiliza várias informações do que fazer perante diversas situações. É gratuita!

viaja connosco

Longe de tudo em pleno deserto de Uyuni

 

Kit Primeiros Socorros

O terceiro passo será a preparação da tua mala e por isso prepara um bom kit de primeiros socorros. Recomendações:

  1. Elabora um kit de primeiros atendendo ao destino, ao tempo da viagem e ao teu estado de saúde.
  2. Utiliza um pequeno saco que deve ser impermeável para guardar na bagagem de porão, com exceção a medicação habitual crónica que deve sempre ir na bagagem de mão acompanhada da receita médica.
  3. Quando guardares a medicação na tua bagagem coloca-a num local acessível (evita colocar no fundo da mala)

  Produtos de higiene/outros

  1. Frasco ou toalhetes de solução de base alcoólica (álcool a 60%) ou antisséptica (para lavar as mãos e feridas)
  2. Soro fisiológico
  3. Protetor solar (mínimo SPF 30, frasco pequeno)
  4. Óculos de sol e chapéu
  5. Repelente de insetos contendo DEET (30-50%), em spray ou roll-on
  6. Preservativos
  7. Desinfetante para água
  8. Par de óculos/lentes de contacto extra
  9. Informação Clínica das patologias pré-existentes e medicação crónica traduzidas na língua oficial do destino
  10. Endereços e números de telefone da embaixada ou consulado do País de origem
  11. Lanterna pequena
  12. Pequeno canivete multiusos
  13. Fósforos ou isqueiro

Material para primeiros socorros

  1. Termómetro digital
  2. Tesoura
  3. Adesivo
  4. Pensos rápidos de diferentes tamanhos
  5. Luvas descartáveis
  6. Ligaduras, compressas esterilizadas pequenas
  7. Cremes para queimaduras solares
  8. Gel para picadas de insetos e alergias
  9. Creme antifúngico e antibacteriano
  10. Hidrocortisona creme a 1%
  11. Steri-strips para pequenos cortes

Medicamentos

  1. Toda a medicação que esteja a fazer para doenças preexistentes, em quantidade necessária para uma vez e meia o tempo da estadia, para poder fazer face a alguma emergência
  2. Medicação prescrita para a viagem em quantidade suficiente (p. e. anti-maláricos)
  3. Medicação para a prevenção/tratamento da doença da altitude
  4. Medicamentos para dores ou febre (os que toma habitualmente nessas circunstâncias, p. e. paracetamol ou ibuprofeno)
  5. Medicamento para as alergias (p. e. anti-histamínico)
  6. Descongestionante nasal (se tiver problemas de ouvidos nos aviões)
  7. Pastilhas para a irritação da orofaringe
  8. Medicação para o enjoo do movimento (p. e. metoclopramida)
  9. Medicação para a diarreia (p. e. loperamida)
  10. Sais de rehidratação oral
  11. Laxante suave (tipo lactulose)
  12. Anti-ácido em pastilhas
  13. Laxante
  14. Antibiótico de largo espectro (quando aconselhado pelo seu médico)
  15. Leva contigo cópias das receitas prescritas, nas quais devem constar os princípios ativos dos medicamentos e como os deve tomar.

Fonte: Direção Geral de Saúde 

 

Consulta do viajante

Por último, atendendo aos países que irás viajar deves marcar uma consulta de viajante. Esta consulta serve para o médico dar-te orientações a adoptar antes, durante e depois da viagem. Conselhos tão simples como prevenir a malária com uso de roupas adequadas ou recomendar a ida ao hospital na presença de febre depois da viagem. Estas consultas podem ser realizadas em centros de saúde, hospitais públicos ou clínicas/hospitais privados. A Direcção Geral de Saúde tem disponível nas sua redes todas as informações sobre este assunto assim como os contactos dos locais onde poderás realizar a tua consulta de viajante. Sempre que preparo uma viagem consulto sempre o Centers for Disease Control and Prevention, está sempre actualizado e posso encontrar a informação específica para o local onde irei viajar.

Há riscos que valem correr

Vale a pena todos estes cuidados? Sim vale! A minha experiência na América Latina levou-me a conhecer o mal de altitude no Perú, umas leves diarreias no México, umas picadas em Cuba e grandes feridas num acidente de bicicleta no Brasil. Já em África, uma amiga passou por choque anafilático e tivemos várias suspeitas de malárias felizmente negativas. As viagens colocam-nos em locais de difíceis acessos e muitas vezes com um sistema de saúde deficitário, se não tiveres conhecimentos de primeiros socorros podes realmente passar por momentos difíceis.

Facebook Comments

Também vais gostar

Sem Comentários

Deixe um comentário