Diário - Nicarágua

León, um mar de ONGs conectadas ao turismo

Setembro 4, 2016

Viajava por León, desfrutando das paisagens vulcânicas, das praias e da cultura citadina. Enquanto viajante procuro que a minha pegada seja consciente, responsável e solidária. Tento que a minha passagem seja uma contribuição para as comunidades locais. Sempre fui voluntária na minha terra e além fronteiras e este espírito acompanha-me em cada viagem. 

Chegava a León e apercebia-me o quanto as organizações não governamentais de cariz social e ambiental se apoiavam no turismo. Alojava-me no Sonati, uma ONG de cariz educacional e ambiental que conseguia o financiamento dos seus projectos através do hostel que construiu no centro da cidade e dos diversos trekkings que realizavam à cordilheira vulcânica de Marrabios. Dentro do hostel era possível observar algumas das sessões ambientais com as crianças de León e os turistas interessados podiam conhecer os seus projectos. Além disso, todos os empregados incluindo os guias dos trekkings eram todos locais. Jovens interessantes, cheios de energia, responsáveis e sorridentes. Com eles, travava algumas longas conversas nos serões nocturnos.

Sonati tinha um outro hostel em Esteli, uma região mais a norte da Nicarágua, com montanhas, ruínas e plantações de café. E foi ali, em León, que tive o prazer de conhecer América uma das jovens nicas participante dos seus projectos em Esteli que estava numa escapela de fim-de-semana com a sua prima e a sua mãe.

A poucos metros a agência de turismo de aventura Quetzaltrekkers, com representações na Guatemala, Nicarágua e Bolívia, financiava através dos seus trekkings vulcânicos projectos educacionais com crianças de rua de León. O projecto Las Tias, o Barriletes, a MiniBiblioteca, eram apenas alguns dos projetos no âmbito educacional. A maioria dos seus guias são voluntários vindos de todo o mundo. Amantes de montanhismo e que desejam conhecer a Nicarágua de uma forma autêntica. Os voluntários era exigido um período mínimo de 3 meses. Os guias eram voluntários com conhecimentos de montanhismo, fluentes em espanhol e inglês e socorristas.

As oportunidades de voluntariado pela Nicarágua são diversas. Existem organizações ambientais onde se pode proteger as tartarugas do oceânico pacífico ou no atlântico. Há organizações de cariz social muitas delas ligadas ao apoio à criança de rua nas cidades de León, Granada ou até na capital. Encontrei também diversas organizações nas áreas da saúde relacionadas com doenças oftalmológicas, doenças mentais, pulmonares e de apoio à criança deficiente. E isto tudo, não precisei pesquisar, no Sonati encontrei pessoas vindas de todos os cantos de Nicarágua que estavam envolvidas em alguns destes projectos.

Foto de destaque de Sonati

Facebook Comments

You Might Also Like

No Comments

Deixe um comentário