Diários-México, Inspiração & Soluções

Partilhar

Junho 3, 2016

Todos os dias há momentos de partilha. E quando não há, existe pelo menos um momento que partilho comigo mesma. A viagem enche-se de lugares, nomes e momentos. E hoje partilho Tulum, com as palavras do Mario Uriostegui relembrando alguns dos momentos junto à praia. A sua história partilhada para todos os cantos do mundo.

Compartir

Recientemente cambie el mundo real por el paraíso. Cambie las actitudes más dañinas por verdades más cercanas al corazón. Me dicen el ex banquero, el ex analista, el ex empleado. El que tenía todo y nada, el que se conformaba. Hoy vivo más sencillo como se vive en este hermoso pueblo mágico de México: Tulum, Quintana Roo. No tengo un techo propio todavía, pero tengo unas estrellas increíbles y se las regalo! Tengo unas playas inpensables y gente maravillosa que propicia el arte de todas partes del mundo aquí conviviendo, disfrutando de la vida, sonriendo. Te invito a que abandones lo condicionado. Enseñado para sobrevivir en el régimen de lo industrial y lo amaestrado.

Deja tu energía más vital fluir por todos los rincones de tus venas, hasta los más quietos. Deja el destino surgir porque eres una semilla puesta en este hermoso jardín y tienes que traer tu fruto a tu mundo.

Que tu transformación sea como la estrella fugaz, brillante y rápida a la vista, pero con una meta lejana y con un calor tan fuerte como el mismo centro de la Tierra.

Mario Uriostegui

Partilhar
Recentemente mudei o mundo real pelo paraíso. Mudei as atitudes mais daninhas pelas verdades do coração. Diz o ex-banqueiro, ex-analista, ex-funcionário. Que tinha tudo e nada, que vivia conformado. Hoje vivo uma vida mais simples, nesta bela e mágica cidade do México: Tulum, Quintana Roo. Ainda não possuo uma casa própria, mas tenho algumas estrelas incríveis no presente! Eu tenho praias inimagináveis e pessoas maravilhosas que promovem a arte de todo o mundo. Vivemos juntos, disfrutando da vida, sorrindo. Convido-vos a deixar a vida condicionada. Onde somos treinados para sobreviver num regime industrial.

Deixa tua energia vital fluir através de todos os cantos das tuas veias, percorrendo todo o teu corpo. Deixa que o destino apareça, tu és uma semente colocada num jardim maravilhoso para trazer o teu fruto ao teu próprio mundo.

Que a tua transformação seja fugaz, brilhante e rápida à vista de todos, com uma missão distante e com um forte calor, como o centro da Terra.

Facebook Comments

You Might Also Like

1 Comment

  • Reply Não te apaixones por mim… – Lookingaround Junho 16, 2016 at 19:26

    […] de viagem de uma alegria desmedida em terras mexicanas. Em jeito de partida, já sinto falta do México. E mal eu sabia o tanto que ele me […]

  • Deixe um comentário